Postado dia 08/02/2017 - 14h45min

TADALA - A MENINA DO PILÃO   AINDA VIVE GRAÇAS A DEUS

TADALA - A MENINA DO PILÃO   AINDA VIVE GRAÇAS A DEUS

Em Julho de 2012 quando fomos ao Malawi, tivemos de ir ao vilarejo de Panzuo onde um templo havia sido destruido por um vendaval, e ao chegar ali nos deparamos com uma cena que muito nos impressionou. Vimos uma menina de apenas cinco anos de idade trabalhando num pilão, pilando milho para sí e sua família.

Desde esse dia ela se tornou para nós num símbolo da nossa luta contra a exploração do corpo da criança Africana e da desnutrição infantil na parte sul e sudeste do continente africano. Aquela viagem ficou marcada por cenas chocantes envolvendo a miséria humana e a exploração infantil. Quando fomos ao mercado, vimos alí muitas crianças na sua maioria meninas de 9 a 11 anos pedindo dinheiro para comprar um pouco de comida, muitas delas são abusadas por homens mais velhos que se servem delas por um pedaço de pão e uma chicara de chá.

Em Março  de 2016 mandei um recado ao seu pai, Pr.Domingos Moriwa e ele a trouxe no começo de Abril até nossa base em Beira-Moçambique. Apesar de muito magrinha e desnutrida, Tadala, este é o nome dela, agora com 9 anos, continua a lutar pela
sua vida. Tomei a decisão de adotá-la eu mesmo e no mesmo dia entreguei ao seu pai um valor suficiente para levá-la ao hospital pois ela não está bem fisicamente, assim como comprar alimentos melhores, roupas, um sapatinho, material escolar, enfim; o básico.

Hoje com 9 anos de idade, muito magrinha, com suspeita de tuberculose, mas ela continua a lutar pela sua vida, da mesma forma como nós a conhecemos a quatro anos atrás trabalhando n u m pilão aos 5 anos de idade.  Foi assim que em Julho de 2012 quando estivemos no pequeno lugarejo chamado Panzuo, no país do Malawi, conhecemos a pequena Tadala, cujo nome quer dizer: A bênção
No caso de TADALA chegamos a tempo, mas há pelo menos 2.000.000 ( dois milhões) de TADALAS somente em Moçambique e Malawi, das quais hoje com muito sacrificio conseguimos cuidar e alimentar umas 1000; o que dizer das outras 1.999.000; que como esta pequena e raquítica criança, tem o direito de viver, crescer e se tornarem alguém na vida?

O Projeto S.O.S RESGATE, que lançamos em setembro de 2011, já atendeu desde o seu lançamento  mais de  3 . 0 0 0 c r i a n ç a s  na faixa de  0 3 - 1 0 anos de idade. Mas ainda há milhões não alcançados .

Veja o vídeo

Compartilhe: